Mater Educação

Mater Educação

Oh! Mãe Educação, irmã da Filosofia

Fêmea belíssima e fértil que ao

Parir a sabedoria, o conhecimento, as profissões,

A cidadania e as revoluções,

És maltratada e punida por misóginos e mesquinhos políticos,

 

A serviço de interesses obscuros e estúpidos que

Escravizam e violentam os teus princípios de

Desenvolvimento e liberdade.

Querem extirpar dos teus seios, o inefável

Leite do discernimento, das ciências e das artes.

Oh! Mãe Educação, companheira da razão

Guia-nos pelas veredas da perseverança, do empenho

Da firmeza e da resistência.

Que não deixemos jamais a barbárie retornar,

Sob pretexto nenhum, até a vitória...

Valmir Jordão