Último dia do 10º Congresso Estadual



O 10º Congresso dos trabalhadores/as em Educação termina hoje (12) e programação é dedicada à aprovação das teses discutidas nos grupos de trabalho.


Logo no início dos trabalhos, as crianças da creche do Congresso se apresentaram para a plenária e fizeram um ato de protesto. As crianças pediram valorização profissional para os/as trabalhadores/as em Educação, respeito à educação e se colocaram contrários à PEC 55. Ao final, os pequenos puxaram um coro de fora Temer que foi acompanhado pela plenária.

O Congresso contou ainda com a participação da deputada estadual Luciana Santos. Em sua fala, a congressista destacou a importância da unidade das forças políticas que compõem o Sintepe diante de um golpe parlamentar e do desmonte do Estado através de propostas como a PEC 55 e a Reforma do Ensino Médio, que classificou como um acinte. “Em pouco mais de 100 dias de governo ilegítimo, estamos vendo o desmonte do Estado Nacional brasileiro. A Emenda 55 representa o estado máximo para os rentistas e para a oligarquia financeira e o Estado mínimo para o povo”, explica.

Ao final da sua fala, a deputada parabenizou todos os/as jovens estudantes que estão ocupando escolas em todo o país, o Movimento dos Sem Terra, os/as trabalhadores/as em Educação e todos os movimentos que estão resistindo ao governo ilegítimo de Michel Temer.

Em seguida, Fernando Melo deu início à aprovação de teses que foram tiveram acordo nos trabalhos de grupo. A plenária votou nas propostas que deverão ser sistematizadas e divulgadas no site do Sintepe em breve.