Coluna do Sintepe de 29 de novembro de 2020

 

COVID-19: AUMENTO DE CASOS

Diante do aumento dos casos de coronavírus nas escolas da rede estadual, confirmando assim os alertas que o Sintepe vem incansavelmente emitindo há meses para as autoridades públicas, o Sindicato oficiou a Secretaria de Educação cobrando urgentes providências, inclusive o fechamento das escolas. Além disso, a assessoria jurídica do sindicato formulou nova provocação ao Ministério Público pedindo firme atuação do órgão, e também protocolou novo pedido de reconsideração diretamente ao Tribunal de Justiça de Pernambuco que havia suspendido a liminar conquistada, autorizando a retomada das aulas presenciais no fim de outubro.

 

 

Os números de casos e taxa de contágio seguem crescendo dia após dia em Pernambuco! A ausência de parâmetros epidemiológicos minimamente seguros e as várias falhas no cumprimento do protocolo sanitário, inclusive na testagem ampla, impõe o fechamento de escolas, como defende há muito o Sintepe.

 

Seguiremos fiscalizando, alertando as autoridades e responsabilizando o Governo do Estado pelo aumento dos casos e danos causados aos trabalhadores/as e à toda comunidade escolar.

 

 

PISO E CARREIRA

O Sintepe e a categoria têm empreendido uma intensa luta para garantir os preceitos mais básicos de nosso plano de cargos e carreiras, rasgado pelo Governo do Estado ao enviar para a Assembleia Legislativa projeto do Piso sem repercussão em nossa carreira.

 

Além de intensa campanha nas redes sociais, o Sindicato colocou spots em quase 30 rádios - entre comerciais e comunitárias -, vídeos na TV Jornal e até bicicletas de som denunciando o ataque do Governo contra os Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação. Nossa luta vai continuar para denunciar esse governo e garantir a repercussão de nosso piso na carreira.

 

 

CALENDÁRIO ESCOLAR

Em Assembleia Geral Virtual, trabalhadores/as em educação da rede estadual rejeitaram o fato de que as férias coletivas da categoria sejam iniciadas somente a partir de 15 de janeiro, conforme calendário escolar apresentado pela Secretaria de Educação. O posicionamento na nossa Assembleia é pelas férias integralmente no mês de janeiro.

 

O Sintepe articulou reunião para discutir o assunto com as presenças da AMUPE (Associação Municipalista de Pernambuco), do CEE (Conselho Estadual de Educação) e da UNCME (União Nacional dos Conselhos Municipais de Educação). A UNDIME (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação) não pode comparecer. Um novo encontro será marcado para a continuidade dos debates.