Nota do Sintepe em solidariedade aos Trabalhadores em Educação de Barreiros

 



O Sintepe (Sindicatos dos Trabalhadores em Educação de Pernambuco) vem a público denunciar e repudiar agressões sofridas por trabalhadores e trabalhadoras em educação no município de Barreiros, litoral sul de Pernambuco. No dia 7 de setembro, no exercício do seu legítimo direito de protestar, servidores do município e dirigentes sindicais estenderam faixas cobrando do prefeito da cidade reajuste salarial e outras demandas da categoria. De forma truculenta e antidemocrática, agentes da Guarda Municipal de Barreiros arrancaram das mãos dos servidores bandeiras e faixas, segundo eles próprios, a mando do prefeito.

 

 

Como todo brasileiro sabe, em 7 de Setembro é comemorada a data da independência do Brasil. Mas, como há 24 anos denuncia o Grito dos Excluídos, protesto cívico dos movimentos sociais realizado também no dia 7 de Setembro, nossa verdadeira independência como país soberano ainda não chegou.

Os servidores de Barreiros e trabalhadores em Educação filiados ao Sintepe e ao Sinteb, tão somente, estavam defendendo esta verdadeira independência, que é com povo participando efetivamente, livre para realizar seus protestos e reivindicações.

O Sintepe é solidário a companheira Vera Pessoa, coordenadora do Núcleo Regional Litoral Sul-Barreiros, e ao Sinteb (Sindicato dos Trabalhadores em Educação do Barreiros). Estaremos à disposição para ajudar em medidas que sejam tomadas pela diretoria do Sinteb contra essa arbitrariedade.

SINTEPE - CNTE - CUT