Concurso Luz, Câmera, Educação! discute defesa e promoção da escola pública e premia produções de vídeos



Como você enxerga a educação pública? Quais são as imagens que conseguem traduzir o seu sentimento em relação à educação pública brasileira? Com essas perguntas, a Confederação Nacional dos Trabalhadores em Educação (CNTE) convida a comunidade escolar a refletir sobre Defesa e promoção da escola pública e lança o Concurso Luz, Câmera, Educação!

A ação tem como objetivo dar visibilidade à educação básica no Brasil dentro da 20ª Semana Nacional em Defesa e Promoção da Educação Pública, que será realizada de 22 a 26 de abril em todo país. Os interessados devem gravar um vídeo de até um minuto ou produzir gifs animados. Os mais bem avaliados, de acordo com o Comitê Curador e Júri Popular, receberão troféus nas categorias: melhor vídeo dos estudantes, melhor vídeo dos trabalhadores em educação, da comunidade escolar e o prêmio especial do júri popular.

Além do troféu, o vencedor de cada categoria receberá o prêmio de R$ 2.557,74 (dois mil quinhentos e cinquenta e sete reais e setenta e quatro centavos), equivalente ao valor do piso salarial profissional nacional do magistério público da educação básica. “Vamos fazer uma reflexão sobre esta remuneração, que hoje está em R$ 2.557,73. Será que essa quantia de fato valoriza os profissionais da educação e dá conta de uma profissão que prepara o cidadão?”, pontua Heleno Araújo, Presidente da CNTE.

Gratuitas, as inscrições podem ser feitas pelo site da CNTE(www.cnte.org.br/concurso), onde também está disponível o regulamento e demais informações sobre o concurso. O prazo para inscrever vai até o dia 1º abril ou até a organização alcançar o número de 300 inscrições. O Concurso Luz, Câmera, Educação! é direcionado aos/às trabalhadores/as em educação de escola pública sindicalizados/as, estudantes de escolas públicas e seus pais ou responsáveis. A etapa de votação do Júri Popular será aberta para toda a sociedade.