Sintepe denuncia desrespeito no Centro de Formação de Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco


Não bastassem os desafios enfrentados cotidianamente pelos/pelas trabalhadores/as em educação nas unidades escolares, a categoria também precisa lidar com a falta de preparo e o desrespeito de funcionários do Centro de Formação dos Servidores e Empregados Públicos do Estado de Pernambuco (Cefospe), localizado no Recife, próximo ao Corpo de Bombeiros. De acordo com denúncias recebidas pelo Sintepe, os/as trabalhadores/as em educação que necessitam da ficha financeira para ingressar com a ação coletiva sobre as gratificações das escolas de referência não estão conseguindo o documento. 


Os atendentes do Cefospe se recusam a imprimir o documento para a categoria alegando cumprir ordens da gerência, pois gastaria muito papel. Diante da alternativa do Cefospe encaminhar o documento para o email do servidor para que esse imprima o documento, a resposta foi risível: a ficha seria entregue em cinco dias. Um papel que pode ser capturado através de uma simples busca no sistema do governo seria entregue em cinco dias pelo Cefospe. Enquanto o governo anda em câmera lenta, os/as trabalhadores/as precisam do documento para ingressar na ação coletiva e lutar por seus direitos.

O Sintepe agendou,  amanhã (06), uma reunião com setor de Recursos Humanos da Secretaria Estadual de Educação, às 15h, sobre o Cefospe e para solucionar essa questão e providenciar que todos/as os/as trabalhadores/as em educação tenham direito ao referido documento.