Educação: infraestrutura defasada

Coluna publicada nos jornais dos dias 6 e 7 de dezembro de 2015.

 

A questão estrutural é uma das maneiras de se reivindicar por melhorias na rede estadual de ensino. Por isso, o SINTEPE junto com a UFPE realizou uma análise comparativa da infraestrutura escolar por dependência administrativa em 1.044 unidades de ensino do Recife, Região Metropolitana e Interior do Estado.

No universo pesquisado, 55% das escolas rurais estaduais estão no nível elementar, ou seja, são instituições que contam com água, sanitário, energia, esgoto e cozinha. Apenas 8% das escolas rurais estão em um nível adequado de funcionamento. A realidade da capital não é tão animadora quando se fala nas condições estruturais das unidades, em Recife, por exemplo, 51% das escolas estaduais estão abaixo do nível adequado. A situação mais agravante está no Sertão do Estado com 64% das escolas sem o mínimo de estrutura para o ensino-aprendizagem.

O SINTEPE enviou a Comissão de Educação da Alepe, um documento em que reivindica e mostra a importância da permanência do sindicato no Conselho do Fundeb. Com o apoio da presidente da Comissão de Educação e líderes do governo, o SINTEPE continua como entidade integrante do Conselho.

Na última terça-feira (1), a CUT apresentou na Assembleia Legislativa 15 emendas referentes as alterações do Estatuto do Servidor. Dessas, 8 foram acatadas pelos deputados, evitando assim prejuízos que a reformulação traria. As outras 7 continuarão sendo discutidas até que o projeto vá para o plenário. Daqui até lá, o movimento sindical continuará atuando para avançar mais.

No Dia Mundial de Combate à AIDS/HIV, 1 de dezembro, o SINTEPE realizou ações de conscientização durante todo o dia, na Praça do Diário, centro do Recife. Lá, representantes do movimento sindical distribuíram panfletos e preservativos a população, alertando-a para importância do sexo seguro. Segundo dados da Secretaria de Saúde (2014), o Recife é a cidade que concentra 40% dos infectados pelo vírus no Estado. A Região Metropolitana aparece com 30% dos casos e o interior também com o mesmo percentual. Os números mostram que a informação aliada à prevenção é um dos caminhos para diminuição desses índices.

O SINTEPE participa nos dias 9 e 10 deste mês, do Conselho Nacional de Entidades (CNE) que será realizado em Brasília. Na oportunidade, será debatido o Piso e Carreira andam juntos para valorizar os profissionais da educação básica pública. Além de uma avaliação que será feita junto com um planejamento para 2016.