Trabalhadores em Educação da rede estadual em Petrolina aderem, em massa, a paralisação da categoria

Mobilização segue até esta quinta-feira (26), em todo o estado.


Os trabalhadores em educação, indignados com a postura do Governo, paralisam as atividades nesta quarta (25) e quinta (26), para cobrar seriedade do poder público em relação à educação. Em Petrolina, no Sertão do Estado, os trabalhadores se reuniram em uma assembleia na última terça-feira (24), no auditório do Hotel Grande Rio, onde acompanharam o repasse da última assembleia, realizada no Recife, e os informes das negociações com o Governo. Na ocasião, os trabalhadores em educação daquela Regional aprovaram as atividades para os dias de paralisação.

Entenda o caso - O Governo do Estado encaminhou à Assembleia Legislativa de Pernambuco o Projeto de Lei 079/2015, que prevê somente para os professores com nível médio, o antigo Magistério, o reajuste do Piso salarial 13,01%. Já para os docentes da faixa/nível I A com graduação (nível superior) o reajuste prevista é de 0,89%, e sem rebatimento nos restantes da carreira.